PREVISÃO DO TEMPO

 

TOP 10

  • 1 Maiara e Maraisa ft. Naiara Azevedo 50 Reais
    baixar
  • 2 Zé Felipe ft Ludmilla Não Me Toca
    baixar
  • 3 Luan Santana Eu, Você, O Mar e Ela
    baixar
  • 4 Eduardo Costa Fala
    baixar
  • 5 Justin Bieber Sorry
    baixar
  • 6 Matheus e Kauan Me Amar Amanhã
    baixar
  • 7 Marcos e Belutti ft Wesley Safadão Aquele 1%
    baixar
  • 8 Rihanna Work
    baixar
  • 9 Gusttavo Lima Homem de Família
    baixar
  • 10 Pen Drive de Modão Munhoz e Mariano
    baixar
vazio
Gastos com campanha eleitoral superam verba destinada após catástrofe na Região Serrana - Rádio Alternativa FM 104,9 - Bom Jardim - RJ

NOTÍCIAS

Gastos com campanha eleitoral superam verba destinada após catástrofe na Região Serrana

06/09/2012 17h39

Após um ano e sete meses da tragédia que assolou toda a Região Serrana do Rio de Janeiro, chegou o período eleitoral e grande parte dos políticos está usando o problema para elaborar promessa de campanha.

Após um ano e sete meses da tragédia que assolou toda a Região Serrana do Rio de Janeiro, chegou o período eleitoral e grande parte dos políticos está usando o problema para elaborar promessa de campanha. Para muitos eleitores, explorar a atual situação das vítimas e o abandono em vários pontos das cidades afetadas é uma prática desnecessária. A sensação de repúdio aumentou após serem divulgadas as estimativas de gastos durante o pleito: juntos, candidatos aos cargos majoritários em Nova Friburgo e Teresópolis pretendem superar o valor destinado para recuperar os municípios em suas campanhas.
Teresópolis foi uma das cidades mais atingidas pelas fortes chuvas de janeiro do ano passado, e recebeu R$ 7 milhões da União para obras emergenciais. Por outro lado, o investimento realizado na campanha de oito candidatos ao poder pode chegar a R$ 8,7 milhões, quase dois milhões a mais que a verba destinada para a reconstrução do local. A cidade presenciou muitas instabilidades políticas, culminando no afastamento do prefeito eleito Jorge Mário Sedlacek (PT), cassado pela Câmara em novembro deste ano.
O município de Nova Friburgo ainda convive com a tragédia. Completamente devastada, a cidade enfrenta sérios problemas tanto em sua recuperação quanto em relação às questões políticas. Após tantas tribulações relacionadas a desvio de dinheiro, mudanças contínuas no cargo majoritário e falta de ação do poder público quanto a reconstrução da cidade, hoje Friburgo é a que mais gastará com a eleição de outubro.
São seis candidatos à prefeitura. Com diversas promessas, os políticos fazem questão de relembrar o número de mortos. Porém, juntos declararam investir R$ 11,2 milhões na campanha eleitoral, valor que ultrapassa em mais de R$ 1 milhão os recursos federais dirigido aos cofres municipais posteriormente à calamidade.
Na disputa pelo poder, dois nomes representam gastos e investimentos milionários: o ex-deputado estadual Rogério Cabral (PSD) e o empresário Jairo Wermelinger (PHS). Eles estimam gastar R$ 3 milhões em suas campanhas, com o intuito de atrair a predileção dos 147.115 eleitores existentes no município. Segundo entrevista ao portal R7, os concorrentes declararam que por falta de verba partidária, investiram verbas pessoas para ensejar suas campanhas, além disso, os candidatos ainda contam com doações de empresas instaladas no município.
Logo atrás, a disputa pela prefeitura de Nova Friburgo traz Jorge de Carvalho (PTdoB), que investirá R$ 2 milhões. A ex-prefeita, Dra. Saudade (PSB), que já esteve à frente da prefeitura nos anos de 2000 e 2008, calculou despesas em R$ 1,7 milhão, seguida pelo advogado Marconi Medeiros (PMN), com R$ 1,4 milhão. Já o agente administrativo Edil (PSol), é o que apresenta número mais moderado, R$ 100 mil.
As cidades da Região Serrana ainda apresentam bairros inteiramente destruídos, com diversas famílias vivendo em áreas de risco. Muitos ainda reclamam não ter recebido suas indenizações, sem contar com as casas populares que ainda não foram entregues às vítimas. Mas, segundo o governo do Estado do Rio de Janeiro, cerca de R$ 61,3 milhões foram gastos em aluguel social, R$ 472 disponibilizados na construção de moradias e mais R$ 619 milhões foram direcionados a obras de contenção de encostas.
Ao todo, os governos federal e estadual estão investindo 1,28 bilhão nos sete municípios da Região Serrana e mesmo com todo esse investimento fica quase imperceptível a mudança em várias localidades. Diante disso, pouquíssimos candidatos têm saído às ruas. Para os moradores, a falta de “corpo a corpo” representa a “vergonha” sentida pelos aspirantes aos cargos municipais.


 


Escrito por Karine Araujo (Estagiária de Jornalismo) Site AFRA-RJ

Mais Notícias

  • 11/03/2016 - Foro privilegiado não é automático se Lula for nomeado ministro
  • 01/03/2016 - Anatel vai investigar empresas que financiam Rádios que operam sem autorização em São Paulo
  • 26/01/2016 - Figueiredo discute melhorias para Rádios Comunitárias
  • 25/01/2016 - Prefeito Paulo Barros e ex Prefeito Affonso Monnerat São condenados por improbidade.
  • 03/12/2015 - Pedido de impeachment de Dilma: os argumentos ponto a ponto
  • 25/11/2015 - Polícia Federal prende senador Delcídio do Amaral e o banqueiro André Esteves
  • 08/11/2015 - Trabalhos em áreas atingidas tentam localizar sobreviventes em Mariana
  • 01/11/2015 - Taís Araújo será chamada para depor sobre racismo sofrido na web
  • 01/11/2015 - Tubulação de água se rompe e muro de contenção desaba no bairro São Jorge
  • 01/11/2015 - Avião russo que caiu no Egito se despedaçou no ar, diz investigador

NO AR

Programa:

O Sucesso está de Volta

Com: Getulio Gomes

Até às 23h59

Clique e participe das promoções

CÂMARA Ver +

  • 1 ENTREVISTA COM OS VEREADORES parte 2 Gastão, Adail e Gabriel 20.12.2014
    baixar
  • 2 Entrevista AFFONSO MONNERAT 19/09/2014
    baixar

Entre em contato: Tel.: (22) 2566-2901

Copyright 2017 RÁDIO - Rio de Janeiro – RJ «« Todos os direitos reservados »»

 

Sistema de WEB-RÁDIO e Streaming FW Solutions